Grávida pode pintar ou fazer mechas nos cabelos?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Toda mamãe quer ficar linda, né? A gravidez é um período em que ocorrem mudanças físicas (e psicológicas, rsrs), trazendo muitas dúvidas e incertezas.

Além do crescimento natural da barriga, as alterações hormonais fazem com que algumas mulheres sofram mudanças na pele, com surgimento de manchas e oleosidade, possibilidade de estrias, inchaço e etc.

E os cabelos? Ah… esses ficam fortes, brilhantes, o frizz diminui … é uma maravilha!

Mas… e os fios brancos? Temos mesmo que mantê-los durante esse período?

Um dos assuntos mais polêmicos no universo das gestantes envolve a questão acerca da possibilidade ou não de pintar os cabelos ou fazer mechas/luzes durante a gestação.

Afinal, será que realmente vai fazer algum mal para o bebê que está em formação?

Apesar de ser um assunto que desperta grande dúvida entre as futuras mamães, ainda não há pesquisas sólidas que afirmem com certeza que as tinturas para cabelo são ou não prejudiciais ao feto.

A opinião médica quanto a colorir os cabelos durante a gravidez ainda é dividida.

Alguns especialistas preferem agir com mais cautela e não recomendam o uso de produtos químicos nos cabelos seja em que época for, por haver estudos que mensurem os possíveis riscos que a química pode trazer para o bebê; outros já são menos rígidos e permitem que as mamães mexam nos fios, com algumas ressalvas.

Esses últimos aconselham que não se tinja os cabelos pelo menos no primeiro trimestre da gestação, por esta ser uma fase de maior formação dos tecidos e órgãos fetais. O ideal é esperar após 20 semanas para realizar qualquer procedimento.

Há ainda a orientação para o uso de produtos naturais, como a henna, ou a técnica de fazer mechas ou luzes, descolorindo a partir de uma distância de, no mínimo, 3 dedos abaixo da raiz dos cabelos, de modo que o couro cabeludo não tenha contato com o produto químico.

Vale ficar atenta também na hora de escolher um salão para pintar ou descolorir os cabelos. Certifique-se de que seja um lugar bem arejado e ventilado para não se expor em excesso aos vapores químicos durante a aplicação.

Por fim, lembre-se que a gestação é um período relativamente curto da nossa vida. Como todo cuidado é pouco, acho que dá para pensar em fazer químicas mirabolantes depois desse período. E nunca faça colocação ou qualquer outro procedimento sem antes consultar o seu médico.

Melhor do que ficar bonita é cuidar para que seu bebê nasça com a maior saúde do mundo!

#chadefraldas #chadebebe #cháderevelação #gravidasdicas #cháderevelação #gravidas #gestante #tográvida #deupositivo #ensaiodegestante #gravidas2019 #fraldas #maedemenina #maedemenino #chaderevelacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Tarifas e prazos

Tarifas

No intuito de prestar o melhor serviço para nossos clientes com alta tecnologia e segurança, o iFraldas retém um percentual de 7,99% sobre o valor das fraldas virtuais recebidas. Além disso, se o seu convidado efetuar o pagamento por meio de cartão de crédito, o Pagar.me (intermediadora de pagamento) cobra um percentual de 3,99%, ou, no caso de boleto bancário o valor de R$ 3,80 por boleto pago.

Quando da solicitação do resgate, informamos que não é cobrada taxa para a transferência. No entanto, a partir do segundo resgate, caso ocorra, será cobrada a taxa de 7,90 reais por transferência.

Prazos

O prazo para resgate das transações realizadas por boleto bancário é de 3 dias úteis. O prazo para resgate no caso de transações realizadas por meio de cartão de crédito é de 33 dias corridos. Em ambos os casos, o prazo para o iFraldas realizar a transferência dos valores é de 3 dias úteis, a partir da data de solicitação.