Grávida pode pintar o cabelo?

Tabela de conteúdo

Toda mulher quer ficar linda. Nesse sentido, uma das principais dúvidas que surgem é: grávida pode pintar o cabelo? Afinal, no período da gravidez ocorrem mudanças físicas e psicológicas, que trazem muitas muitas dúvidas e incertezas. Hoje nós vamos procurar esclarecer estas dúvidas por aqui.

Além do crescimento natural da barriga, as alterações hormonais fazem com que algumas mulheres sofram mudanças na pele, como o surgimento de manchas e oleosidade, possibilidade de estrias, inchaço e por aí vai.

Mas e os cabelos? Ah… esses ficam fortes, brilhantes, o frizz diminui… é uma maravilha! Entretanto, os fios brancos costumam aparecer, será que temos mesmo que mantê-los durante esse período? Mas antes de responder esta pergunta, vamos entender um pouco mais sobre como funciona a coloração do cabelo:

Como funciona a coloração do cabelo?

A cor natural dos cabelos ocorrem ocorro por 2 tipos de melanina presente nos fios: a Eumelanina responsável pelos cabelos castanhos e pretos; e a Feomelanina – traz os cabelos castanhos avermelhado e loiros.

Para alterar as cores naturais dos cabelos, são utilizadas as tinturas, que podem ser classificadas em alguns tipos:

Para saber se grávida pode pintar o cabelo, é preciso saber sobre os tipos de procedimentos

Coloração natural

A tintura não penetra nos fios do cabelo ficando sobre a cutícula do cabelo. A henna natural é o pigmento mais comum para este tipo de tintura e dura entre 10 e 15 lavagens. Mas o cuidado aqui é para as alergias, principalmente nas grávidas.

Tintura temporária

De menor duração, entre 2 e 4 lavagens e não possui amônia em sua composição, apenas água oxigenada e pigmentos da nova cor. Mais utilizada para intensificar a cor natural dos cabelos ou escurecê-los.

Descoloração

Aqui tem reação química e as grávidas devem tomar cuidado. Mais a frente falamos mais sobre isso. O agente oxidante atua na melanina do cabelo removendo sua cor. É permanente e se renova apenas quando os fios vão crescendo.

Coloração permanente

Também é um procedimento para as grávidas terem cuidado ou mesmo evitarem. É profundo atuando no córtex do cabelo e como o nome da técnica diz é permanente.

Para você aprofundar no assunto sobre tipos de pinturas, nós encontramos este artigo incrível que fala tudo sobre coloração capilar.

Afinal, grávida pode pintar o cabelo? Tenha cuidado

Voltando a um dos assuntos mais polêmicos durante este momento, envolve a questão se a grávida pode pintar o cabelo ou não, além dessa dúvida, fazer mechas / luzes e outros procedimentos também surgem na cabeça das futuras mamães.

Agora que explicamos um pouco sobre os procedimentos, ainda fica uma questão, será que realmente vai fazer algum mal para o bebê que está em formação?

A resposta é que ainda não há pesquisas sólidas que afirmem com certeza que as tinturas para cabelo são ou não prejudiciais ao feto.

A opinião médica quanto a colorir os cabelos durante a gravidez ainda é dividida.

Alguns especialistas preferem agir com mais cautela e não recomendam o uso de produtos químicos nos cabelos seja em que época for, por haver estudos que mensuram os possíveis riscos que a química pode trazer para o bebê. Outros já são menos rígidos e permitem que as mamães mexam nos fios, com algumas ressalvas.

Após o primeiro trimestre e com produtos naturais

Esses últimos aconselham que não se tinja os cabelos no primeiro trimestre da gestação, por esta ser uma fase de maior formação dos tecidos e órgãos fetais. Durante este período, o feto é suscetível a desenvolvimentos indesejáveis. Certamente o ideal é esperar após 20 semanas para realizar qualquer procedimento.

Há ainda a orientação para o uso de produtos naturais, como a hena natural, e tonalizantea livres de amônia e metais pesados como o chumbo. Portanto, não pinte os cabelos durante os 3 primeiros meses, mesmo com produtos mais naturais.

Grávida pode fazer mechas e luzes?

A técnica de fazer mechas ou luzes, descolorindo a partir de uma distância de, no mínimo, 3 dedos abaixo da raiz dos cabelos, de modo que o couro cabeludo não tenha contato com o produto químico. Sobretudo é importante lembrar que deve-se usar proteção para que o produto não tenha contato com o couro cabeludo.

Vale ficar atenta também na hora de escolher um salão para pintar ou descolorir os cabelos. Certifique-se de que seja um lugar bem arejado e ventilado para não se expor em excesso aos vapores químicos durante a aplicação.

Por fim, lembre-se que a gestação é um período relativamente curto da nossa vida. Como todo cuidado é pouco, acho que dá para pensar em fazer químicas mirabolantes depois desse período. E nunca faça colocação ou qualquer outro procedimento sem antes consultar o seu médico.

Melhor do que ficar bonita é cuidar para que seu bebê nasça com a maior saúde do mundo!

Gostou deste artigo, aqui no nosso blog tem muitos outros do universo da maternidade e gravidez. Preparamos algumas sugestões para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O seu chá de bebê começa aqui

Faça sua lista de presentes e receba tudo em dinheiro.

ahh, montar sua lista é grátis ☺️