Yoga para engravidar: será que realmente funciona?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Se você está tentando engravidar há algum tempo, já deve ter escutado sobre diversas técnicas que podem te ajudar nessa tarefa. Algumas podem parecer bastante difíceis de acreditar, enquanto outras podem de fato influenciar seu corpo e estimular a gravidez. Dentre as que podem realmente te ajudar está a yoga hormonal ou yoga para fertilidade.

Esse é um método que vem se tornando cada vez mais comum entre as mulheres por influenciar a forma como o corpo reage a diferentes estímulos. É claro que a yoga não vai resolver um problema de infertilidade, que só um médico pode diagnosticar, mas ela pode auxiliar na geração dos hormônios necessários para tornar seu corpo mais vulnerável à fecundação. 

Que tal aprender um pouco mais sobre esse assunto e entender como ele pode te ajudar a alcançar o sonho de ter um filho?

Existe uma técnica de yoga para engravidar?

Primeiramente, precisamos desmistificar o fato de que existe uma prática de yoga específica para fazer com que as mulheres engravidem. Quando se fala desse assunto, na verdade, o que os praticantes querem dizer é que existem práticas específicas que podem ajudar a aflorar diferentes hormônios no corpo. Dentre eles, estão os que estimulam a gravidez. 

Também conhecida como yogaterapia hormonal, esta prática foi criada em 1992 por Dinah Rodrigues, que estruturou uma série de movimentos que ao serem praticados juntos visam o equilíbrio dos diferentes hormônios presentes no corpo da mulher.  Dinah, que também é psicóloga e filósofa, chegou a inclusive lançar um livro sobre o assunto: Yogaterapia Hormonal para Mulheres.

Na prática da yoga, independente do estilo escolhido, são gerados benefícios independente da idade, gênero ou objetivo do praticante. Mas, neste caso específico, o que acontece é o estímulo das glândulas endócrinas, responsáveis pela produção hormonal feminina, gerando um ambiente mais propício à gravidez. Com isso, durante os exercícios, partes do corpo como ovários, glândulas, tiróide e glândulas supra renais ganham equilíbrio para produzir estrogênio e progesterona, que são os responsáveis pela ovulação e preparação do útero para gravidez.

Qual sua relação com a yoga hormonal?

Yoga para engravidar e Yoga Hormoanal

Por esse motivo, existe uma relação direta entre a chamada “yoga para engravidar” e a yoga hormonal.

A yoga hormonal pode ser utilizada para diferentes finalidades, indo muito além da tentativa de engravidar. Afinal, o corpo das mulheres passa por transformações ao longo de todas as fases da vida. 

Em cada uma dessas fases, a relação entre o corpo e os hormônios que ali habitam é completamente diferente. Com isso, é muito comum que sejam gerados desequilíbrios desencadeando diferentes problemas como estresse, cólicas fortes, menopausa precoce, etc. Cada organismo reage de uma forma diferente, gerando efeitos colaterais diversos a diferentes fases da vida. Dentre os vários efeitos possíveis, pode estar a dificuldade ou facilidade de engravidar.

Essas questões podem ser tratadas de diferentes formas. É possível tomar remédios, colocar implantes, usar métodos anticoncepcionais e até mesmo alterar seu estilo de vida (alimentação e exercícios físicos são muito importantes!). Dentre essas várias opções, encontra-se a yoga. Trata-se de uma atividade física que te coloca em contato direto com seus sentimentos e com seu corpo, criando uma sensibilidade diferenciada. 

Isso acontece porque os vários exercícios e movimentos realizados durante a prática podem estimular a produção dos mais diversos hormônios como o relaxamento, o prazer, a vitalidade e muito mais. Em cada momento da vida, com base em seu objetivo, um desses hormônios será mais útil.

Dentre eles, está o responsável por gerar um ambiente propício para a gravidez, como explicamos no tópico anterior.

Como o corpo é exercitado na yoga hormonal?

O estímulo aos hormônios acontece por meio de posturas e atividades relacionadas à respiração. Essas duas possibilidades podem auxiliar o corpo em diferentes questões, dentre elas estão relacionadas questões do nível físico, fisiológico, energético e psíquico. Todos esses quatro campos estão diretamente relacionados e é importante que o corpo esteja saudável em todos esses âmbitos para que ele consiga gerar uma vida.

Nível físico

No que diz respeito ao nível físico, a yoga para engravidar ou yoga hormonal faz com que a mulher melhore sua postura e aumente sua flexibilidade, além de trazer maior leveza aos seus movimentos a longo prazo. Dessa forma, é possível gerar menor rigidez nas articulações, maior fortalecimento dos ossos, modelação do corpo e prevenção de incontinência urinária. Com isso, fisicamente, a mulher está apta a ter relações sexuais de maior qualidade e também gera equilíbrio no seu ciclo hormonal. Esses aspectos juntos garantem aumento da fertilidade do corpo.

Nível fisiológico

Quando o corpo está com as características listadas anteriormente, a produção hormonal aumenta e os sintomas de problemas como a menopausa e TPM são reduzidos. E essa é uma questão válida para todas as idades. Mesmo que a mulher esteja na casa dos 20 anos, sintomas relacionados à menopausa, por exemplo, podem ser vistos dependendo da qualidade de vida e rotina de cuidados pessoais que a mulher possui. Questões como baixa de libido, fadiga e osteoporose podem impactar diretamente a possibilidade de gravidez.

Nível energético

O nível energético é um fator que gera polêmica, pois nem todas as pessoas acreditam na força gerada a partir desse campo. De toda forma, a yoga prega que essa é uma das forças mais poderosas e que pode transformar qualquer ambiente, mesmo aquele doente ou fraco. Isso não quer dizer que a yoga vai substituir um tratamento médico para fertilidade, mas sim que os exercícios serão capazes de ativar sua energia individual, permitindo melhora na absorção da força vital e revitalização dos órgãos, que são responsáveis pela nossa produção hormonal. Ou seja, é necessário que o seu corpo se sinta vivo para criar um ambiente onde uma nova vida seja gerada. Isso é conquistado através da vitalidade.

Nível físico

Por fim, mas não menos importante, está o nível psíquico. Mesmo que todo o seu corpo esteja funcionando bem fisicamente, sua mente precisa estar em ordem para que você consiga realizar o sonho de ser mãe. Questões relacionadas ao estresse, depressão, insônia, ansiedade e todos os problemas psicológicos podem afetar diretamente a capacidade do seu corpo de engravidar. 

É importante estar em dia com todas essas questões, até mesmo para garantir uma gravidez tranquila e de qualidade. A yoga pode te ajudar nessa tarefa através de movimentos e exercícios de respiração que tem como objetivo o alcance de um estado de tranquilidade, reflexão e autoconhecimento. Por mais esse motivo, a yoga hormonal é considerada como uma excelente opção para aquelas mulheres que sentem dificuldade em engravidar.

Quais são as principais posturas que incentivam a fertilidade?

Qualquer postura da yoga pode ajudar a incentivar a produção de hormônios benéficos para a gravidez, afinal, em geral, eles possuem o mesmo princípio de geração de tranquilidade e criação de flexibilidade.

Mas existem algumas posturas específicas que podem ajudar ainda mais devido à forma como o corpo se posiciona e como os órgãos se movimentam ao se movimentar durante a prática. São elas: ponte apoiada, pernas para cima na parede, curva à frente, ângulo limitado reclinado, postura da criança,postura da cobra, pose da borboleta, postura do cadáver.

  • Ponte apoiada – Deite no chão, empurrando suas costas para baixo. Em seguida, é preciso flexionar o joelho, levantando-os e mantendo os pés no solo, montando a ponte e fazendo com que os joelhos fiquem na altura do quadril. Com isso, você estará fazendo o desenho de uma ponte com o seu corpo, enquanto mantém os braços esticados na lateral e as palmas da mão viradas para baixo, garantindo o equilíbrio. Essa posição também é conhecida como Setu Bandhasana.
  • Pernas para cima na parede – Deitada com as costas viradas para o chão, estenda as pernas ao longo de uma parede, como se estivesse sentada na parede e apoiando as costas no chão. Empurre as pernas ao máximo na parede, fazendo com que seu bumbum também fique apoiado. Repouse os braços, ombros e cabeça no solo, fazendo com que todos fiquem alinhados, permitindo que você relaxe, inspire e expire. Essa posição também pode ser chamada de Viparita Karani.
  • Curva à frente – Fique parada de forma ereta, com os pés juntos e flexione levemente os seus joelhos. Em seguida, basta se curvar para baixo, fazendo com que suas mãos alcancem o solo ou até onde você alcançar, mantendo as pernas com uma leve curvatura. Fique o máximo de tempo que conseguir nessa pose, inspirando e expirando levemente e de forma constante. Você também pode chamar essa posição de Uttanasana.
  • Ângulo limitado reclinado – Também conhecida como Supta Baddha Konasana, essa posição é realizada quando a mulher se deita no chão de barriga para cima, flexionando os joelhos e fazendo um losângulo com as pernas. Os joelhos devem cair para os lados, mas a sola dos pés devem se manter juntas, enquanto a lateral encosta no solo. Parece complicado, mas não é difícil de colocar em prática. Feito isso, basta deixar os braços junto à cabeça ou rente ao corpo e ficar parada por até 5 minutos, inspirando e expirando vagarosamente.
  • Postura da criança  – A também conhecida como Balasana é uma das posturas mais conhecidas entre os praticantes de yoga e também uma das mais simples, que ajudam no processo de gravidez. Basta se sentar sobre seus calcanhares, deixando os joelhos separados ou juntos (o que ficar mais confortável), e se inclinar lentamente até chegar ao solo, encostando o peito no joelho. Os braços vão ficar estendidos, com as palmas da mão viradas para baixo. Mantenha a posição por volta de 1 minuto e relaxe suas costas.
  • Postura da cobra – Para executar a postura da cobra, basta se deitar de barriga para baixo e colocar suas mãos no chão, logo abaixo dos ombros. Feito isso, você vai se levantar com a parte superior do corpo enquanto inspira. Tente manter essa posição por ao menos 30 segundos e a repita algumas vezes. Se preferir, pode chamar essa posição de Bhujangasana.
  • Pose da borboleta – Essa é uma postura que estávamos acostumados a fazer quando éramos crianças. Trata-se de algo bem simples. Sente-se de forma confortável, dobre os seus joelhos e junte as solas dos seus dois pés logo à sua frente, tentando aproximá-las da pélvis. Enquanto expira, o joelho deve ser pressionado em direção ao chão e permanecer lá por ao menos um minuto. Pode ser um pouco dolorido, caso você não tenha muita flexibilidade, mas é possível relaxar se sua respiração for constante. Essa postura também é chamada de Baddha Konasana.
  • Postura do cadáver – Por fim, a postura que pode assustar pelo nome, mas que você vai ficar feliz em fazer depois de realizar todas as que foram citadas anteriormente. Também conhecida como Shavasana, essa postura consiste na técnica de se deitar com a barriga para cima e simplesmente relaxar, colocando seus braços ao lado do corpo com as mãos para cima. Você pode chamá-la de Shavasana para não usar um nome tão assustador para algo tão simples.

Por que não abandonar o tratamento médico?

Por mais que a yoga tenha inúmeros benefícios e ajude a garantir maior fertilidade por meio dos movimentos e respiração, é importantíssimo entender que essa prática não substitui um tratamento médico. 

A yoga, como foi dito ao longo de todo o texto, é uma prática que pode ajudar a garantir maior qualidade de vida, tranquilidade e uma saúde mais equilibrada, inclusive no que diz respeito aos hormônios do corpo. Mas, somente um médico, com o auxílio de diversos exames, é que poderão te dizer se você pode engravidar naquele momento ou não. 

Se a resposta for não, é importante lembrar que a  infertilidade ou a dificuldade de engravidar são problemas que podem ser contornados. A yoga será uma grande aliada nessa jornada, sem dúvidas, principalmente no que diz respeito ao seu estado de espírito e preparação para o desafio de se tornar mãe. 

Por tanto, pratique yoga, alimente-se bem, cuide de sua mente e consulte um médico de confiança. Se todos esses elementos andarem juntos, em breve você terá seu filho no colo e estará mais preparada do que nunca para viver ao lado dele e dar todo suporte necessário.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe com as suas amigas que também estão no processo de preparação e tentativa para se tornar mãe!

Posts que podem te interessar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Como funcionam os valores e prazos?

Não custa nada para criar o site do seu chá, você tem acesso a vários recursos. Apenas se você receber fraldas virtuais, haverá uma tarifa de 7,99% sobre os valores recebidos. Liberando todos os recursos iFraldas Premium, além das tarifas, haverá um valor único de R$29,90. 

Você não paga nada quando começa a utilizar o iFraldas, os valores são descontados no resgate dos presentes. É muito mais comodidade e tranquilidade para você.

Tarifa zero para você

Você tem a opção de passar as tarifas para os seus convidados. Assim, eles irão visualizar a lista com as tarifas já somadas ao valor final dos presentes.

E as tarifas bancárias?

As tarifas bancárias incidem apenas nas fraldas virtuais recebidas. Caso o convidado efetue o pagamento por meio de cartão de crédito, incidirá também um desconto percentual de 3,99% sobre o valor do presente. É uma cobrança da Intermediadora de Pagamentos – Pagar.me. Segue um resuminho para não haver dúvidas sobre as tarifas:

Cartão de crédito Boleto e Pix
7,99% + 3,99% 7,99%

E os prazos?

Para resgatar os valores que recebidos dos presentes, temos um política de liberação que funciona de acordo com a tabela abaixo:

Cartão de crédito Boleto Pix
Prazo para liberação 33 dias corridos Até 3 dias úteis Imediato (após o pagamento)
Prazo para transferência Até 3 dias úteis

Entendi, e agora?

Simples, basta clicar no botão abaixo e criar seu site grátis!

Sua lista de fraldas ou de presentes permanece online por 3 meses gratuitamente e por 6 meses no total no premium

Duração do chá

Todos as mamães começam com os recursos grátis para a criação do site. Este com 3 meses de duração para os seus convidados. Já com o upgrade para o iFraldas Premium, o site fica online por 9 meses no total.

Em ambos, você ainda terá acesso ao painel de controle para resgatar suas fraldas por mais 6 meses, o site deixa de ficar disponível apenas para os seus convidados.

Receba muitos presentes com a lista de fraldas personalizada do iFraldas

Lista de presentes

Receba seus presentes em dinheiro.

No chá de bebê ou revelação à moda antiga, seus convidados, geralmente lhe presenteavam com os itens ou fraldas pedidas no convite.

Com o iFraldas, você recebe seus presentes em dinheiro, assim compre o que quiser, de acordo com as necessidades do bebê. Não é muito melhor?

Vários temas para o seu chá de bebê, chá rifa ou chá revelação

Temas

Nós preparamos com todo carinho vários temas para você compartilhar seu chá na internet.

São 9 temas para chá de bebê ou chá rifa, e 5 temas para chá revelação, assim você pode deixar o site do chá do seu jeitinho!

Faça um convite online para seu chá de bebê, chá de fraldas ou chá revelação

Convite online

Faça lindos convites com várias opções de tema e compartilhe com as pessoas que você ama pelo WhatsApp, Facebook, Instagram, e-mail… você escolhe!

Tarifas e prazos

Tarifas

No intuito de prestar o melhor serviço para nossos clientes com alta tecnologia e segurança, o iFraldas retém um percentual de 7,99% sobre o valor das fraldas virtuais recebidas.

Caso o convidado efetue o pagamento por meio de cartão de crédito, incidirá também um desconto percentual de 3,99% sobre o mesmo valor. É uma cobrança da Intermediadora de Pagamentos – Pagar.me.

Segue um resuminho para não haver dúvidas sobre as tarifas:

Cartão de crédito Boleto Pix
7,99% + 3,99% 7,99% 1,49%

Tarifa zero para você

Você tem a opção de passar as tarifas para os seus convidados. Assim, quando eles te presentearem, as tarifas já serão adicionadas à compra e você recebe o valor integral dos presentes recebidos.

Quando da solicitação do resgate, informamos que não é cobrada taxa para a transferência. No entanto, a partir do segundo resgate, caso ocorra, será cobrada a taxa de R$7,90 por transferência.

Prazos

A seguir nossa política de liberação e resgate dos créditos:

Cartão de crédito Boleto Pix
Prazo para liberação 33 dias corridos Até 3 dias úteis Imediato (após o pagamento)
Prazo para transferência Até 3 dias úteis