Principais sinais do início do trabalho de parto

Tabela de conteúdo

A fase final da gravidez é uma mistura de sentimentos, não é mesmo?! Principalmente quando é a primeira gravidez: tudo é novidade e, algumas vezes, pode trazer inseguranças. E uma dúvida muito comum das gravidinhas é acerca dos principais sinais do início do trabalho de parto.

Por isso, no post de hoje vamos entender um pouco mais sobre as fases do nascimento de um bebê e os  principais sinais do início do trabalho de parto.

Ficou curiosa? Vamos lá!

Fases do nascimento de um bebê

Podemos dizer que o nascimento de um bebê é composto por três fases. De acordo com o MSD Manuals, o trabalho de parto é a primeira fase do nascimento.

Durante esta fase, os músculos do útero se contraem repetidamente (contrações) para abrir o colo do útero e empurrar o bebê para fora. Já o parto inclui a segunda e a terceira fase do nascimento.

O parto do bebê é a segunda fase. A expulsão da placenta é a terceira fase. Mas você sabe reconhecer quais são os principais sinais do início do trabalho de parto?

Principais sinais do início do trabalho de parto

O Ministério da Saúde pontua que, geralmente, o trabalho de parto dura de 8 a 12 horas, mas pode durar mais, pois as mulheres são diferentes. E quais são os principais sinais? Ainda de acordo com o Ministério da Saúde são:

Contrações uterinas

A presença de contrações uterinas em intervalos regulares que vão progressivamente aumentando com o passar do tempo, tanto em relação à frequência quanto em relação à intensidade. Além disso, essas contrações não diminuem com o repouso da gestante.

O padrão contrátil inicial é, geralmente:

  • 1 contração a cada 3-5 minutos;
  • Com duração entre 20 e 60 segundos.

Dilatação do colo uterino

Apagamento (esvaecimento) e dilatação progressiva do colo uterino. Assim, à medida que o trabalho de parto evolui, a dilatação aumenta. Porém, esta dilatação só pode ser acompanhada por um profissional especializado por meio do “toque”.

No geral, é necessária uma dilatação de 10 centímetros do colo uterino para permitir a passagem do bebê (no caso dos partos vaginais, também conhecido como “parto normal”).

Rompimento da bolsa

Tanto a perda do tampão mucoso ou “sinal” quanto a formação da bolsa das águas (rompimento da bolsa) são indicadores menos precisos do trabalho de parto, na medida em que existem grandes variações individuais entre o aparecimento desses sinais e o início real do trabalho de parto.

No caso das gestações a termo (a partir da 37ª semana), apesar da ruptura da bolsa ocorrer na maioria dos casos durante o trabalho de parto, é possível que ela ocorra até vários dias antes do início do mesmo (de 12 a 20%).

E o que é o falso trabalho de parto?

O falso trabalho de parto é caracterizado por atividade uterina aumentada permanecendo, entretanto, um padrão de contrações descoordenadas.

Algumas vezes, essas contrações são bem perceptíveis. Porém, cessam em seguida e a cérvice uterina não apresenta dilatação (fonte: Ministério da Saúde).

Gostou de saber mais sobre os principais sinais de trabalho de parto, mamãe?! Quer continuar se informando? Temos um post que vai te interessar: “Parto humanizado: descomplicando e explicando”.

Para saber mais sobre gravidez, amamentação e cuidados com os bebês, acesse nosso blog e fique por dentro das nossas novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O seu chá de bebê começa aqui

Faça sua lista de presentes e receba tudo em dinheiro.

ahh, montar sua lista é grátis ☺️