Grávida pode? Saiba quais vitaminas consumir nessa fase

Tabela de conteúdo

Sempre que uma mulher engravida, as dúvidas começam a surgir sobre o que a grávida pode fazer, o que pode comer e principalmente sobre a ingestão de remédios, e suplementação com vitaminas.

É importante saber que a gravidez é uma condição especial, onde o corpo da mulher tem modificações constantes para suprir as necessidades daquele bebê que ela carrega em seu ventre.

Por isso, é importante levar em consideração que além de uma alimentação balanceada, a grávida pode sim, suplementar o seu organismo com vitaminas receitadas pelo seu médico obstetra, já que além dela, agora tudo que consome também irá para o seu bebê.

Continue lendo para saber mais detalhes sobre as vitaminas que a grávida pode.

Grávida pode vitaminas
Créditos da Imagem: Freepik.

Todas as mulheres grávidas devem tomar vitaminas na gravidez?

Sabemos haver algumas vitaminas que auxiliam a gestante a ter uma gravidez mais saudável e que ajudam o bebê a se desenvolver melhor durante o período gestacional.

A falta de algumas vitaminas ou o excesso delas podem definir muitas características na saúde do bebê durante a gestação e após o nascimento.

Saiba quais são as principais vitaminas que a grávida pode

  • Ácido fólico: ajuda na absorção do ferro e desenvolvimento do sistema nervoso do bebê;
  • Ferro: substância que transporta o oxigênio para o bebê;
  • Vitamina C: além de ser um antibiótico natural, previne contra infecções;
  • Ômega 3: ajuda no desenvolvimento cognitivo e visual do bebê, além de ajudar contra alergias e partos prematuros;
  • Cálcio: fundamental para formação óssea do bebê, e também dos músculos, dentes e nervos;
  • Vitamina D: responsável por assegurar que o cálcio seja absorvido;
  • Zinco: previne as náuseas e assegura um crescimento saudável do bebê.

Nem todas as vitaminas devem obrigatoriamente ser suplementadas, já que muitas delas são encontradas nos alimentos.

Para assegurar que a gestação seja saudável, um dos principais pontos-chave é uma alimentação balanceada onde estejam presentes as vitaminas importantes para o desenvolvimento do bebê.

A suplementação além da alimentação, deverá ser indicada pelo médico obstetra ou nutricionista, após ser constatada por exames clínicos, insuficiência destas vitaminas no organismo da grávida.

Alimentos que auxiliam na produção de vitaminas para uma gestante

A alimentação da grávida não pode ser substituída por suplementos vitamínicos, como o nome já diz, eles são para suplementar a falta de alguns nutrientes que o organismo não consegue produzir em quantidade suficiente para as necessidades da grávida e do bebê.

Então antes de qualquer pensamento em suplementar vitaminas, a grávida deve se preocupar com alimentos ricos em nutrientes que vão auxiliar na produção das vitaminas essenciais. Exemplos deles:

  • frutas;
  • legumes;
  • verduras;
  • grãos como feijões e lentilhas;
  • cereais integrais e fibras;
  • proteínas como carne, frango e peixe;
  • leite e seus derivados.

É importante excluir alimentos que não agregam na saúde da gestante e do bebê e podem inclusive serem prejudiciais. São eles:

  • alimentos embutidos;
  • ultraprocessados;
  • frituras;
  • enlatados;
  • doces;
  • bebidas alcoólicas;
  • refrigerantes.

Estes alimentos, além de não agregarem positivamente e serem prejudiciais, como já citado, também podem atrapalhar a absorção dos nutrientes encontrados nos alimentos saudáveis.

Quais são os principais casos para uma grávida recorrer a vitaminas?

Mesmo que a característica da sua gestação esteja entre as citadas abaixo, procure um obstetra para ser indicada o tipo de polivitamínico e quantidade exata para a sua necessidade.

Principais casos que devem suplementar vitaminas na gravidez:

  • gravidez de adolescentes;
  • gravidez de risco;
  • gravidez de múltiplos;
  • gravidez pós cirurgia bariátrica;
  • gravidez de mulheres subnutridas;
  • grávidas com histórico de bebês abaixo do peso em gestação anterior;
  • mulheres com intervalo curto entre duas gestações;

É muito importante a grávida ter acompanhamento médico especializado durante a sua gestação para ocorrer tudo bem com a sua saúde e a do seu bebê.

Algumas mulheres podem não ter deficiência de nenhum nutriente importante na sua saúde e na do se bebê, mas a grávida pode suplementar vitaminas por precaução quando indicado pelo seu médico obstetra.

Confira também o nosso conteúdo sobre suplementação na gravidez e entenda tudo o que precisa saber!

Curtiu? Leia mais conteúdos como este:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.